terça-feira, 5 de maio de 2009

A arte do encontro

Acho que poucas frases foram tão perfeitas quanto a do nosso eterno Vinícius de Morais: "A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desecontro pela vida." Encontrar alguém é sempre uma felicidade. Não importa se esses encontros são breves, não importa se esses encontros acabem em desencontros, não importa a hora, a forma e o lugar de encontrar.

Minha vida foi - e continua sendo - uma sequência de encontros. Em cada um, uma história, um aprendizado, uma descoberta ou, no mínimo, boas gargalhadas. Ultimamente, tenho encontrado muitas pessoas - e desencontrado também. Essas pessoas, independente de sua importância e de seu tempo de passagem, ajudam a escrever minha história, ajudam o Malandro a crescer. Enfim, seja nas mesas de bar, no meio da rua ou no limitado - mas não menor - espaço virtual, cada encontro é uma dádiva.

Há encontros que ficam para sempre, outros que duram apenas o tempo necessário para cumprir sua missão, e ainda há aqueles que vão e voltam. Seja como for, agradeço a presença de cada pessoa que encontrei durante todos esses anos. Nenhuma delas passou por mim em vão. Espero que muitos outros encontros aconteçam. É muito bom conhecer e descobrir alguém.

Futuramente, neste blog, terei oportunidade de falar sobre alguns encontros marcantes em minhas andanças; encontros que, por seu poder de transformação na vida deste Malandro, merecem ficar registrados.

3 comentários:

meraluz disse...

Lindo!
Embora tenha certos encontros na vida que mais parecem "trombadas".

bjs :*

Noemi L. Baptista disse...

Ainda bem que nos encontramos novamente.
Beijos

Deyse Lima disse...

sei bem como é isso de encontros e desencontros...mas apesar dos meus encontros e desencontros nem sempre terem sido agradaveis serviram pra add sempre...faço como sempre guardo as recordaçoes agradaveis e o resto deleto da minha vida. espero q os seus tenham sido sempre agradaveis.

bjos