quarta-feira, 6 de maio de 2009

A Era mIRC 1

Em 1997, aproximadamente, eu iniciava minha vida virtual usando o nick Malandro_RJ. Assim ingressei na coqueluche da época: um sistema de chat chamado mIRC. Marinheiro de primeira viagem, fiquei maravilhado quando entrei na sala #riodejaneiro, do servidor Dalnet.


Não foi difícil, para mim, fazer logo novas amizades e marcar meu primeiro encontro. Mas esse programa, que era o que havia de mais badalado na época, tambem era traiçoeiro. Na inocência virtual dos primeiros tempos de internet, éramos levados a acreditar no perfil que nos era apresentado, bem como nas fotos que nos enviavam. E era aí que morava o perigo: as fotos, na maioria das vezes, não condiziam com a realidade.


No meio de toda essa empolgação, marquei o meu primeiro encontro, ou o meu primeiro risco, partindo da premissa de uma foto como única referência. Assim, parti para os lados de Copa para encontrar aquela que usava o nick de pequenaruiva_rj. E lá fui eu, todo animado com a ideia do meu primeiro encontro real a partir do virtual. Cheio de expectativas.


Quando cheguei ao endereço de destino e olhei a figura da dita cuja na portaria, juro que tive vontade de acelerar o carro e fugir. A pequena de pequena so tinha o nick. A foto devia ser de uns 10 anos atrás. E ela deveria pesar, brincando, uns 30 kg a mais do que mostrava a foto.


Como bom "Malako", parei, desci do carro e, cordialmente, abri a porta para que ela entrasse. Fomos ao Sindicato do Choop de Copacabana. Superado o impacto inicial, posso dizer que tivemos um noite agradável e gostosa, tomando umas e papeando sobre amenidades diversas. No final, levei-a para casa com a certeza de que, apesar de não ter sido o encontro imaginado, fiz uma boa amizade. E confesso que talvez tenha sido muito melhor assim do que se tivesse me deleitado com programas efêmeros de uma noite só.


O mais interessante disso tudo foi a surpresa que tive ao chegar em casa e me conectar à internet. Quando entrei na sala que frequentávamos, quase todas as meninas do canal (as salas eram chamadas de "canal") vieram me chamar em privado, dizendo que queriam me conhecer. A pequenaruiva_rj já havia divulgado suas impressões sobre a minha pessoa, descrevendo-me como um cara elegante, cavalheiro, inteligente e de bom papo. E a fama pegou.


E assim começou a lenda do Malandro que aqui vos fala...

3 comentários:

Uma PROFESSORA apaixonada.... disse...

rssss, é sempre muito bom fazer amizades...
Adorei a tua história!!!
Um beijo,
Lu

Noemi Baptista disse...

Nossa que choque que tive ao abrir o blog e ve a logo do mIRC, subiu uma energia muito boa, afinal encontrei meu maridão lá.
Claro que você foi o cupido hahahaha Você me apresentou a esse vIRCio!
Mas foi um tempo bom, tempo de ficar virando noite pq a internet era pelo telefone e só podia entrar depois de maia noite hahaha
Lembro q no dia seguinte ficava dormindo na sala de aula.
Até hj temos amigos dessa época.

Ohhh tempo bom!

Beijos

meraluz disse...

Nos áureos tempos do mIRC, eu era feliz e SABIA. Pena que a febre baixou. Quantos casamentos e descasamentos não aconteceram ali?